• banner-congresso-2018
  • banner-bradesco








Imprimir

Fafram e CATI realizam evento em comemoração ao Dia do Agricultor

banner-dia-agricultor-fafram-2018A oitava edição do encontro, aconteceu nas instalações da Fafram e reuniu diversos agricultores da região

Foi celebrado sábado, 28 julho, em todo o Brasil, o Dia do Agricultor. Para marcar a data, a Faculdade Doutor Francisco Maeda (Fafram) em parceria com a CATI (Coordenadoria de Assistência Técnica Integral) de Orlândia, promoveu dia 27 de julho, uma reunião festiva nas dependências da Fafram.

O encontro reuniu pessoas de toda a região, entre elas autoridades e comitivas de agricultores dos 12 municípios que integram a CATI: Ituverava, Aramina, Buritizal, Guará, Igarapava, Ipuã, Miguelópolis, Morro Agudo, Nuporanga, Orlândia, Sales Oliveira e São Joaquim da Barra.

Formaram a mesa-diretora, Paulo César da Luz Leão - diretor regional CATI de Orlândia; Pedro César Galassi - presidente da FEI; Márcio Pereira - diretor da Fafram; Regina Eli de Almeida Pereira - gerente da Central de Recebimento de Embalagens de Ituverava e coordenadora de extensão da Fafram; Alberto de Faria Pereira – secretário de Planejamento e Finanças da Prefeitura de Ituverava; Antônio Gonçalves Delgado – vice-diretor-executivo da FEI; Guilherme Chavaglia – representando o Sindicato Rural de Ituverava e Dalva Aparecida Pierazo Rodrigues - prefeita de Aramina.

Homenagens

Durante a oitava edição do evento, foram servidos café da manhã e almoço de confraternização, e prestadas homenagens aos agricultores dos municípios integrantes da CATI de Orlândia.

Para a escolha dos homenageados, foram levados em consideração alguns critérios, como: boas práticas agrícolas desenvolvidas durante os anos de 2017 e 2018, e que levam em consideração: conservação de solo, técnicas adequadas de aplicação de defensivos, descarte adequado das embalagens de agrotóxicos, além de preservação do meio ambiente e respeito social.

De Ituverava, foram merecidamente homenageadas a agricultora Ironides Alves da Rocha Barbosa, que tem uma longa história familiar no setor, e a professora Regina Eli de Almeida Pereira, que desenvolve um extraordinário trabalho na Central de Recebimento de Embalagens de Ituverava e coordenadora de extensão da Fafram.

O Chefe da Casa da Agricultura de Ituverava, Leandro Galindo Vitor, fala sobre o evento e as homenagens. “Mais um evento nós da CATI reconhecemos o trabalho incansável, e muitas vezes pouco valorizado pela sociedade, que os produtores rurais realizam gerando emprego e produzindo o alimento que vai à nossa mesa. Ficamos muito felizes com a presença de mais de 200 pessoas de toda a região e com o apoio da Farfram, na pessoa do seu diretor Márcio Pereira. A faculdade é nossa parceira desde o primeiro evento á oitos anos atrás”, afirma.

“Penso que os produtores de Ituverava foram muito bem representados pela nossa homenageada, a pecuarista Ironides Alves da Rocha Barbosa, que dedicou sua vida às atividades rurais e criou sucessores, os filhos Jorge e Thais e o neto Lincoln que seguem seus passos e geram empregos e renda na agropecuária”, elogia Leandro Galindo.

Agradecimento

A agricultora Ironides Alves da Rocha Barbosa agradece a homenagem. “Como cidadã ituveravense, fiquei emocionada e honrada, por ser escolhida para essa linda homenagem no Dia do Agricultor. Agradeço ao engenheiro da Casa da Agricultura Leandro Galindo Vitor e ao CATI, a todas as autoridades e aos valorosos agricultores que se empenham em produzir riquezas para nosso país. Agradeço também a Fafram que nos acolheu na entrega do prêmio, uma faculdade que da suporte para uma agricultura produtiva e consciente com o meio ambiente e que forma profissionais altamente capacitados”, afirma.

A agricultora homenageada Ironides Alves da Rocha Barbosa, 71 anos, é casada com Jorge Machado Barbosa (in memoriam) e são seus filhos Jorge Luís Machado Rodrigues, casado com Silvana Vilela de Sousa Machado e Thaís Elena Machado Barbosa de Almeida, casada com o Dr. José de Almeida Júnior Netos e netos Cíntia Barbosa de Almeida, Lívia Barbosa de Almeida, Marcelle Cirilo Machado, Yasmin Vilela de Sousa Machado e Lincoln Vilela de Sousa Machado


Evento

O diretor da Fafram, Márcio Pereira fala sobre o evento. “Promovemos essa comemoração nos últimos anos, porque é a maneira que a Fafram e os representantes da CATI encontraram para homenagear o homem do campo, que tanto contribui para as boas práticas agrícolas e que está sempre preocupado com a segurança alimentar da população da nossa região”, afirma.

O diretor ressalta a importância social do produtor rural. “Ele é responsável não só pela produção de alimentos saudáveis, mas também pela preservação do meio ambiente e por agregar valores aos produtos que são exportados e que, na realidade, mantém a balança comercial brasileira superavitária”, afirma.

“O setor do agronegócio cresce em média de 12 a 15% ao ano, e isso representa um peso muito grande para a balança comercial do país, além de promover o fornecimento de alimento barato para a população, fazendo com que haja estabilidade social do Brasil”, completa Márcio Pereira, diretor da Fafram.

Produtores homenageados em 2018

Ituverava - Ironides Alves da Rocha Barbosa
Aramina - Donizeti Aparecido de Souza
Buritizal - Carlos Augusto de Oliveira
Guará - Milton de Freitas Moura
Igarapava - Luiz Peres Filho
Ipuã - João Tasinafo
Miguelópolis - Maria Tereza Bento de Queiroz Pereira da Silva
Morro Agudo - Erli Carrijo dos Reis
Nuporanga - Anderson Roberto Peron
Orlândia - Antonio João Dias Leite
Sales Oliveira - Suely Marlene Rodrigues
São Joaquim da Barra - André Adriano Sarri

Fonte: Tribuna de Ituverava

Fotos do Evento

9e98c0f3-2930-4f34-b6b2-486cbfc1b4c9

9f71ec19-5100-49d8-954b-301ed4f72d8e

117cc747-a24b-4d45-a122-42e13d8a2c78

912ab1b3-351a-4ba7-a99a-9bf6e3b3cd78

1960d45c-3a64-484e-93d8-365374d250e2

a5ca60bb-421c-47d7-a2a6-1aad21a978f7

c1f23a8b-8e85-4372-97d3-0bde2ef84031

cfb083e2-49dd-4c34-89a4-a7b542a5eb1e

d06abf76-7128-4aa9-9932-2ea45f6613e6

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Aluna da Fafram desenvolve trabalho com Vigilância em Saúde de Ituverava

banner-Carolina-Scorsato

A aluna Ana Carolina Scorsato do curso de Medicina Veterinária da Faculdade Dr. Francisco

Maeda (Fafram) desenvolveu seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) em parceria com o setor de Vigilância em Saúde do município de Ituverava, sob orientação do docente Dr. Cleber Jacob Silva de Paula e da Especialista Jéssica Cristina Caretta Teixeira. O TCC intitulado como “Censo Populacional de Cães e Gatos Domiciliados do Município de Ituverava/ SP”, foi avaliado pelos docentes Mestre Sérgio Renato Macedo Chicote e Especialista Vânia Moyzes Cheibub Vieira. Na ocasião, o trabalho foi apreciado pelo vice-prefeito, Dr. Alcides Antônio Maciel Júnior, pela Coordenadora do Bem Estar Animal, Camila Mario Gorricho, e pelo Secretário da Fazenda, Alberto de Faria Pereira. Na ocasião, a aluna recebeu nota máxima pelo trabalho.

O trabalho desenvolvido consistiu em avaliar o censo populacional levantado no ano de 2017, no qual foi instituída uma comissão para sua estruturação. A comissão é formada pelo docente Dr. Cleber Jacob Silva de Paula, pela Coordenadora do Bem Estar Animal, Camila Mario Gorricho, pela Profissional de Informação, Educação e Comunicação, Jéssica Cristina Caretta Teixeira, pelo Secretário da Fazenda Alberto de Faria Pereira, e pelo representante do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, João Gilberto Rey. Posteriormente, o censo foi aplicado em todos os bairros e distritos pelos agentes de endemias. Ao todo, foram aplicados 11.293 questionários, com 34 perguntas abertas, algumas com as opções sim e não, dividida em dois blocos, com duas subdivisões em cada: cães (macho e fêmea) e gatos (macho e fêmea), no qual foram coletadas informações referente a espécie, sexo, idade, porte, vermifugação, vacinação, castração acesso à rua e interesse em castração. O vice-prefeito, Dr. Alcides Antônio Maciel Júnior, falou sobre o trabalho. “Em nome da prefeita Adriana e de todos os ituveravenses, quero agradecer e parabenizar o trabalho da aluna Ana Carolina Scorsato. Fiquei muito feliz com o resultado do trabalho e também do quanto essa pesquisa pode contribuir com o trabalho da Vigilância em Saúde. Parabéns à aluna e a todos envolvidos”, declara Dr. Alcides. A prefeita Adriana Quireza Jacob Lima Machado falou do trabalho. “Infelizmente, por conta de compromissos firmados anteriormente, não pude estar presente na apresentação desse trabalho, mas fiquei muito satisfeita com o resultado e com a iniciativa da aluna. Parabéns, Ana Carolina, e muito sucesso em sua carreira”, ressalta a prefeita.

Fonte: Jornal O progresso

Imprimir

Cronograma do Prouni 2018/2

banner prouni

O Ministério da Educação (MEC) publicou no Diário Oficial da União (DOU), o cronograma oficial do processo seletivo do Programa Universidade Para Todos (Prouni), referente ao Segundo Semestre de 2018, utilizando as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017, que ocorreu em Novembro.

Para se inscrever no Prouni 2018 é necessário:

  • Ser aluno de escola pública ou bolsista integral;
  • Ser pessoa com deficiência;
  • Ser professor da rede pública de ensino;
  • Ter feito a prova do Enem 2017 (média acima de 450 pontos e não obter zero na prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem – 2017);

Para concorrer a bolsa parcial ou integral é necessário:

  • Bolsa parcial: até 3 salários mínimos por pessoa;
  • Bolsa integral: até 1,5 salários mínimos por pessoa;


Cronograma do Prouni 2018/2:

  • Edital: já está divulgado;
  • Consulta de Vagas: até o dia 26 de junho;
  • Inscrições: a partir da meia noite do dia 26 até às 23h59 do dia 29 de junho;
  • Notas de Corte Parciais: a partir da meia noite do dia (s) 27, 28 e 29 de junho;
  • 1ª Chamada Regular: a partir das 10 horas do dia 02 de junho;
  • Comprovação de Informações: 2 a 10 de julho;
  • 2ª Chamada Regular: a partir das 10 horas do dia 16 de julho;
  • Comprovação de Informações: 16 a 23 de julho;
  • Lista de Espera: 30 e 31 de julho;
  • Comprovação de informações dos candidatos participantes da Lista de Espera: de 3 a 6 de agosto;
  • Convocação da Lista de Espera: 7 a 14 de agosto;
  • Vagas Remanescentes: previsto para ocorrer entre agosto ou setembro;

Destacamos que, ao final das duas chamadas, as bolsas ainda não ocupadas serão disponibilizadas aos estudantes que manifestarem interesse na Lista de Espera do Prouni.

Para participar da Lista de Espera, o candidato deverá manifestar seu interesse por meio da página do Prouni na internet (http://siteprouni.mec.gov.br/), no período de 30 a 31 de julho de 2018.

Ressaltamos que todos os candidatos que manifestarem interesse na Lista de Espera estarão automaticamente habilitados a comparecer à instituição, no período de 3 a 6 de agosto de 2018, para entrega da documentação que comprova as informações prestadas na ficha inscrição.

Fonte: http://siteprouni.mec.gov.br/

Imprimir

Fafram obtém nota máxima em avaliação do MEC

Com conceito 5, instituição se credencia para pleitear a categoria de Centro Universitário


banner-diretoria-nota-5-2018A Fafram (Faculdade Doutor Francisco Maeda) obteve a nota máxima em avaliação institucional realizada pelo MEC (Ministério da Educação). Com conceito 5, na escala zero a cinco, a instituição está credenciada para pleitear a categoria e Centro Universitário.

Conforme explicou o diretor da faculdade, professor doutor Márcio Pereira, a Avaliação Institucional Externa realizada por uma Comissão avaliadora designada pelo Ministério tem objetivo de apresentar o conceito da instituição.

“Trata-se da supervisão do Ministério da Educação em todas as unidades de ensino superior, ligadas ao sistema federal de ensino, sejam faculdades, centros universitários ou universidades públicas ou privadas, com exceção das estaduais”, esclarece Pereira.

A visita dos avaliadores à Fafram aconteceu em meados de abril, quando estiveram em seu campus três avaliadores, de lugares distintos: um da Universidade Federal de Brasília, outro da Universidade Federal de Belo Horizonte e outro da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Eles foram nomeados pelo MEC e compareceram com objetivo de avaliar as condições e oferta dentro da instituição. Atualmente o processo se encontra na fase de publicação da portaria no Diário Ofi cial da União.

“A comissão teve como objetivo verifi car as condições oferecidas em ensino, pesquisa e extensão para todos os cursos que temos, é uma avaliação mais complexa, mais exigente”, detalha o diretor.

“Foram avaliados cinco grandes eixos: organização, didática pedagógica, plano de desenvolvimento da instituição, sustentabilidade fi nanceira e infraestrutura, que foi um dos pontos de destaque que tivemos”, descreve Pereira.

“A Fafram obteve conceito 5 em todos indicadores, sendo avaliados também 19 requisitos legais e normativos, observados pela comissão de avaliadores como todos eles atendidos”, acrescenta Pereira.

Para o diretor, os fatores que mais contribuíram para o sucesso da Fafram estão na organização, didática pedagógica e infraestrutura.

“Faço agradecimento especial à mantenedora [Fundação Educacional de Ituverava] que sempre nos atendeu com carinho e de forma muito especial nossas exigências relacionadas à parte de infraestrutura e organização também”, reconhece o diretor.

“Nós temos o conceito máximo, consolidando a Fafram no Grupo de Excelência no oferecimento de ensino, pesquisa e extensão”, argumentou.

Além de benefícios que podem ser usados como ferramenta de divulgação e marketing, os conceitos emitidos pelo MEC determinam número de ações públicas que o governo federal implanta dentro das instituições, sejam elas públicas ou privadas, como a disponibilidade do
número de contratos com O vice-diretor executi vo Delgado, diretor da Fafram Márcio Pereira e o presidente da FE, Pedro Galassi o FIES (Fundo de Financiamento Estudantil).

“O Ministério da Educação privilegia estas instituições consideradas do grupo de excelência entre os conceitos 4 e 5, que podem repassar este benefício
a alunos que se enquadram no programa”, afi rma o diretor.

“Nos credencia também a pleitear como outra categoria de ensino que seria um Centro Universitário,
ou seja, já estamos habilitados a isso”, adianta Pereira.

A Fafram atualmente conta com 1.450 alunos nos cursos de graduação, 80 em pós graduações, 121 colaboradores e 92 professores.

Já formaram pelos cursos Agronomia, Direito, Sistemas de Informação e Medicina Veterinária, cerca de 2 mil alunos, sendo que aproximadamente 1.600 são de Agronomia, além de Enfermagem que é o mais novo em funcionamento e ainda não formou turma.

Em entrevista, o diretor também falou sobre as vantagens para o aluno, além da comprovação da qualidade do ensino aplicado. “Abre um caminho no mercado, pois normalmente as empresas procuram profissionais nestas instituições que ão consideradas de excelência no ensino, pesquisa e extensão”, defi niu.

O presidente da Fundação Educacional Pedro César Galassi acredita que a instituição está no caminho certo, pois sua fi nalidade é oferecer e manter a qualidadedo ensino em suas instituições mantidas.

Além da Fafram, a FE é mantenedora da FFCL (Faculdade de Filosofi a Ciências e Letras), Colégios Nossa Senhora do Carmo “Coc” e Liceu Vincent Van Gogh e Fajob (Faculdade São Joaquim da Barra).

“Estamos todos da dministração muito felizes, porém, a Fundação Educacional de Ituverava é mantenedora da Fafram e nunca deixamos de atender os pedidos do diretor para melhorias na infraestrutura e demais outras reformas para melhorar para obter esta nota”, ressaltou Galassi.

“Temos que atender todos esses polos com qualidade para obter notas e principalmente para que os alunos se formem bons profi ssionais e sejam bem aceitos futuramente”, completou o presidente.

Perguntado sobre a possibilidade de tornar Centro Universitário, o presidente ressaltou que já estava sendo observada esta possibilidade, mas é necessário levar ao conselho curadores da mantenedora para discussão e aprovação.

“Parabenizamos todos da Fafram e agradecemos conselho, diretoria executiva e área administrativa que sempre apoiam os pedidos e atendendo as solicitações para a melhoria das mantidas”, concluiu Galassi, que visitou a faculdade esta semana acompanhado pelo vice-diretor executivo Antônio Gonçalves Delgado.

Fonte: Jornal "O Progresso".

Imprimir

1° Arraiá FAFRAM realizado pelos Diretórios Acadêmicos

banner-arraia-faframOs Diretórios Acadêmicos dos cursos de Direito, Agronomia, Veterinária e Enfermagem realizaram no dia 20 de junho o “1° Arraiá FAFRAM” no Centro de Vivência da Instituição.

A noite foi marcada pela alegria, interação e muita diversão. O evento teve comidas e bebidas típicas, quadrilha e correio elegante.

O 1° Arraiá FAFRAM foi um evento gratuito e voluntariado, contou com a ajuda dos alunos e professores para a sua realização. Os Diretórios aproveitaram a oportunidade para arrecadar alimentos, que foram destinados ao Grupo “Mãos Dadas” que beneficiam famílias carentes da nossa cidade.

"O evento superou nossas expectativas, tanto na questão quantidade, quanto na perspectiva de qualidade", afirmou Diogo Augusto, presidente do diretório Acadêmico de Direito.

A acadêmica do curso de Direito Lara como membro da Diretoria de Cultura, concluiu dizendo que "mediante a positividade do evento, todos esperam ansiosos pela segunda edição no próximo ano".

IMG 20180621 071959 469

IMG-20180626-WA0014

IMG-20180626-WA0018

IMG-20180626-WA0019

Imprimir

Central de Recebimento de Embalagens da Fafram recebe importante prêmio

Com 9.620 pontos, a Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos de Ituverava emplaca mais uma vez o primeiro lugar

banner-premio-central-2018A Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos da Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), que é mantida pela Fundação Educacional, recebeu no dia 16 de maio, o prêmio de 1º Lugar a nível nacional, do Programa Implantar, criado pelo InpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias) para incentivar as unidades a investir no aperfeiçoamento constante de suas atividades.

O entrega do prêmio de reconhecimento das 20 primeiras colocadas, foi durante a reunião regional das centrais do Sistema Campo Limpo, programa brasileiro de logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas.

As unidades premiadas são das que mais se aproximaram do total de 9.700 pontos, considerando indicadores como os resultados da mobilização no Dia Nacional do Campo Limpo, engajamento no Programa de Educação Ambiental Campo Limpo, participação em eventos, custo médio anual da tonelada processada, organização geral da central e principalmente questões que envolvem o cumprimento de medidas de segurança.

Com evolução em todos os indicadores, as unidades que fizeram a diferença em 2017 alcançaram esse resultado por apresentarem importantes características, como busca contínua pela melhoria, preocupação com processos e procedimentos bem executados.

Excelente pontuação

A central ituveravense, que já ocupou a primeira posição do programa por diversas vezes, chegou perto de atingir a pontuação máxima nessa edição, fazendo 9.620 pontos, concorrendo com mais de 100 centrais em todo o Brasil, que além de integrar o Sistema, também são responsáveis por promover a triagem das embalagens recebidas, padronizando e separando por tipo de material para enviar para as recicladoras ou incineradoras parceiras.

As cidades de Araraquara, Bebedouro, Bilac, Casa Branca, Catanduva, Guariba, Paraguaçu Paulista, Piedade, Piracicaba, São José do Rio Preto, São Manuel, Taquarituba e Taubaté, também se destacaram no ano passado pela excelente atuação de suas centrais.

fafram-central-de-recebimento-de-embalagens-recebe-premio-implantar-2018-esta-520x294

Márcio Pereira, Regina Eli, Bianca e Delgado

Conquista

A Gerente da Central de Recebimento de Embalagens de Ituverava, a professora Regina Eli de Almeida Pereira fala sobre o que representa a conquista para a instituição de ensino.

“O prêmio demonstra que ao estar em dia com os indicadores que são avaliados pela InpEV, como normas de segurança, questões trabalhistas, produtividade, a central está não só em vantagem na qualidade dos serviços e em relação as demais estações do país, mas também se torna uma central modelo para a Fafram, enquanto instituição de ensino”, afirma.

“Esse troféu coroa o trabalho que temos desenvolvido ano após ano. Acredito que o segredo para atingir esse patamar, é a eficiência, responsabilidade e comprometimento da nossa equipe, com o apoio incondicional da diretoria da Fafram e da FE, que nunca medem esforços para que consigamos nos adaptar às novas mudança e regras, bem como para que possamos nos tornar a melhor central de recebimento do Brasil”, destaca Regina, completando que a Central de Ituverava, é a única estação do Brasil gerenciada por uma faculdade, mantida por uma fundação.

Agradecimento

“Agradeço à equipe, em especial aos operadores que são quem de fato fazem a central produzir, colocando em prática o planejamento operacional e as normas de segurança necessárias; à equipe administrativa, estagiários do programa de Extensão da Fafram; à diretoria da Fafram, e finalmente a FE. Essa grande equipe é responsável por fazer a diferença e conquistar esse prêmio para Ituverava”, completa a professora Regina Eli.

Além da gerente, Regina Eli de Almeida Pereira, a Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos de Ituverava a equipe é composta pela auxiliar administrativa – Bianca Oliveira Gonçalves Costa; pelos operadores – Antônio Carlos Monteiro, Luís Fabiano da Silva Andrade, Reginaldo Mendes de Sousa; pelos estagiários – José Renato Otávio e Felipe César Galassi, e pelos estagiários da extensão – Pedro César Galassi e Gabriel Machado de Castro.

Central de Embalagens Vazias de Agrotóxicos foi inaugurada em 1999

central-de-embalagens-725x544

A Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxicos de Ituverava, foi inaugurada em 1999, com o apoio da Associação Nacional de Defesa Vegetal (Andef), antes da criação da Lei Federal nº 9.974, que ordena a prática da devolução e destinação adequada de embalagens vazias de agrotóxicos, aos estabelecimentos comerciai onde forma adquiridos. O objetivo foi oferecer a destinação adequada às embalagens utilizadas por produtores.

Desde então é gerenciada pela professora Regina Eli de Almeida Pereira, atuando no recebimento de embalagens vazias de agrotóxico proveniente das usinas e produtores do entorno e dos postos de recebimento de Franca e Batatais.

A central também realiza recebimentos itinerantes de pequenos produtores dos municípios vizinhos e leva informações aos agricultores e para estudantes do Programa de Educação Ambiental (PEA) do inpEV, com visitas a escolas para a conscientização de alunos sobre o tema.

Desde o ano de 2002, o posto de recebimento e embalagens está sob a coordenação do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV). Desde a sua criação já foram destinadas mais de 1.200 toneladas de embalagens vazias de agrotóxicos, entregues por agricultores, usinas e empresas do setor agrícola de nossa região.

Sobre o inpEV

Há 16 anos, o inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias) atua como núcleo de inteligência do Sistema Campo Limpo nas atividades de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas e promove ações de conscientização e educação ambiental sobre o tema, conforme previsto em legislação.

É uma instituição sem fins lucrativos formada por mais de 100 empresas e nove entidades representativas da indústria do setor, distribuidores e agricultores.

O Brasil é líder mundial na correta destinação do material, encaminhando 94% de embalagens plásticas primárias para reciclagem ou incineração.

Sobre o Sistema Campo Limpo

O Sistema Campo Limpo tem como base o princípio das responsabilidades compartilhadas entre todos os elos da cadeia produtiva (agricultores, fabricantes e canais de distribuição, com apoio do poder público) para realizar a logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas.

O Brasil é referência mundial na destinação ambientalmente correta do material, encaminhando 94% de embalagens plásticas primárias para reciclagem ou incineração. Mais informações sobre o inpEV e o Sistema Campo Limpo estão disponíveis no site www.inpev.org.br, no Facebook, Youtube e Instagram.

Fonte: Jornal Tribuna de Ituverava

Imprimir

Ex-Aluno da FFCL ingressa em mestrado da USP

banner marcos ramos lopesNo último dia 24 de maio de 2018, o biólogo Marcos Eduardo Ramos Lopes, de 21 anos, graduado pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ituverava em janeiro desse mesmo ano, ingressou honrosamente no concorrido programa de mestrado em Genética oferecido pela Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto.

Segundo o coordenador do curso, o Prof. Dr. Marcelo dos Santos Fernandes, ele foi um aluno muito determinado que soube aproveitar todas as oportunidades oferecidas pela instituição. Sem ter condições financeiras, ele ingressou no curso em 2014 com uma bolsa integral do PROUNI conquistada no ENEM. Assim sendo, participou por 4 anos do programa PIBID, apresentou trabalhos nos congressos da faculdade, participou das feiras de profissões, das viagens acadêmicas, dos minicursos, dos estágios curriculares, das semanas científicas acadêmicas de biologia (SECIBIO), das muitas palestras, sempre estudando muito em todas as disciplinas e ao final do curso obteve ainda a melhor nota média de toda a turma. Por tal mérito, foi presenteado pela faculdade com um curso de pós-graduação da instituição, mas mesmo assim resolveu ir em busca de seus sonhos.

Após a sua formatura, foi bater na porta de uma pesquisadora, começou a fazer estágio no laboratório de Genética da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto, e a se preparar para a prova de seleção do mestrado durante 6 meses de longos estudos, que foi vitoriosamente conquistada.

Segundo ele, sua maior influência foi a Profª.Drª Tânia Márcia de Queiroz, responsável pelas disciplinas Genética I, II e Biologia molecular, que a despertou para esse ramo da biologia.

Parabéns Marcos, a Fundação Educacional de Ituverava te deseja muito sucesso e brilhantismo na sua futura carreira científica e acadêmica que se inicia a partir de agora.