• banner-vestibular-FAJOB-2020-2
  • banner-VESTIBULAR2020-2-fafram
  • banner-vestibular-ffcl-2020-2
  • banner-comunicados
  • banner-forme-facil3








Imprimir

Faculdades da FE oferecem 165 bolsas através do PROUNI

O Ministério da Educação divulgou no dia 2 de fevereiro o resultado do Prouni, programa que dá bolsas de estudo em universidades particulares. Este ano, foram oferecidas mais de 213 mil bolsas parciais e integrais.
 
Quem conseguiu uma bolsa, agora tem que fazer a comprovação das informações na universidade escolhida até a próxima segunda-feira, dia 9. No dia 19, será divulgada a segunda chamada. Participaram desta edição do Prouni, mais de 1,3 milhão de estudantes. A maior parte das bolsas, 63%, é integral. O restante, de 50%.
 
Em Ituverava são disponibilizadas 165 bolsas através do Prouni na Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram) e na Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL), ambas mantidas pela Fundação Educacional de Ituverava.
 
De acordo com o presidente da FE, César Luís Mendonça, o Prouni é um importante programa, tanto para as instituições de ensino quanto para os alunos. “Desde que o Prouni foi criado, em 2005, as instituições da FE participam e já formaram cerca de 1 mil alunos beneficiados pelo programa”, afirma.
 
“Para as instituições é importante porque garantem os estudantes e recebem o valor da mensalidade do Governo. Já para os alunos, é muito bom porque eles deixam de ter gastos com a mensalidade, ou no caso de 50% de bolsa, pagam apenas metade”, ressalta.
 
Outras bolsas
Além do Prouni, a Fundação Educacional de Ituverava sempre ofereceu, por conta própria, muitas outras bolsas. Para este ano, no entanto, menos pessoas deverão ser beneficiadas, atendendo a uma nova exigência do Governo Federal. “Antes, 25% do faturamento da Fundação Educacional de Ituverava eram revertidos em bolsas aos alunos. Elas eram concedidas aos estudantes de acordo com a necessidade de cada um, atendendo muitas pessoas”, explica.
 
“Neste ano, no entanto, foram necessárias algumas mudanças. Pela nova lei, a FE só poderá conceder bolsas integrais e de 50% de desconto. Isso é um problema porque antes poderiam ser atendidos mais alunos. Uma bolsa integral, por exemplo, podia ser dividida em quatro bolsas parciais de 25% de desconto, beneficiando quatro alunos ao invés de um”, ressalta.
 
A mudança, segundo Mendonça, prejudica a FE. “Ela nos limita bastante, e diminui o número de alunos beneficiados com bolsas. É uma medida para atender a uma lei federal e traz prejuízos, pois desta maneira, muitos alunos terão que se esforçar ainda mais para pagar as mensalidades”, finaliza Mendonça.
 
Esclareça as principais dúvidas sobre o Prouni
Quais são os próximos passos para quem passou na pré-seleção?
 
No período indicado no cronograma, o estudante pré-selecionado deve comparecer à instituição para a qual passou, levando os documentos que comprovem as informações prestadas no momento da inscrição.
 
O candidato também deve observar se a instituição tem um processo seletivo próprio para os pré-selecionados do Prouni. Nesse caso, a instituição deve comunicar sobre como será essa seleção e quais são os critérios de aprovação, até 24 horas após a divulgação das chamadas. É proibida a cobrança de qualquer taxa para a realização do processo seletivo próprio. Os estudantes devem observar também se haverá formação de turma no período letivo inicial de seu curso.
 
Não houve formação de turma para o meu curso. E agora?
 
Os estudantes pré-selecionados só podem receber uma bolsa do Prouni caso haja formação de turma no período letivo inicial do curso, ou seja, caso haja o número mínimo de alunos matriculados. Os candidatos pré-selecionados serão reprovados e terão direito à bolsa apenas se já estiverem matriculados no curso. Sendo assim, continuam concorrendo na chamada seguinte e, caso não sejam pré-selecionados, podem pedir para participar da lista de espera.
 
Como funciona a lista de espera?
 
Quem não for pré-selecionado em nenhuma das chamadas do Prouni ou for reprovado por não ter havido formação de turma pode manifestar interesse em participar da lista de espera, destinada às bolsas não preenchidas nas chamadas regulares. A lista de espera será disponibilizada às instituições com a classificação dos estudantes por curso e turno segundo suas notas no Enem.
 
Para participar da lista de espera, o candidato deve confirmar o interesse na página do Prouni no prazo indicado no cronograma. Todos os participantes da lista devem comparecer às respectivas instituições para entregar os documentos que comprovem as informações prestadas na inscrição.