• banner-comunicados
  • banner-forme-facil3
  • banner-VESTIBULAR2020-dez








Imprimir

Fafram conta com vários laboratórios de pesquisa

banner-laboratoriosLaboratórios são utilizados em aulas práticas, trabalhos e pesquisas

Além da qualidade de ensino e excelência do corpo docente, as instituições de Ensino Superior mantidas pela Fundação Educacional de Ituverava, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL) e Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), se sobressaem pela qualidade na estrutura de seus campi.

No caso da Fafram, por exemplo, existem diversos laboratórios, utilizados em aulas práticas, trabalhos e pesquisas dos alunos dos cursos de graduação em Agronomia, Ciências Biológicas, Medicina Veterinária e Enfermagem, e dos cursos técnicos em Enfermagem e Química.

Com aparelhos de última geração, os laboratórios são fundamentais para oferecer aos estudantes a oportunidade de conhecer, na prática, aquilo que aprendem na teoria, em sala de aula.

Laboratórios

Atualmente a instituição conta com os laboratórios de Análises de Solos e Foliar, Fitopatologia, Sementes, Fisiologia Pós-Colheita de Frutas e Hortaliças e de Pré-Processamento de Produtos Vegetais, Aquicultura e Climatologia Agrícola.

O Laboratório de Análises de Solos e Foliar é responsável pela análise de solo, oferecendo análise básica, micronutrientes e granulometria; análise foliar de macronutrientes e micronutrientes, e análise bromatológica, com matéria seca, proteína bruta, FDN (fibra detergente neutro), FDA (fibra detergente ácido) e lignina.

O Laboratório de Fitopatologia realiza análise fitopatológica e de sanidade de sementes, enquanto o Laboratório de Sementes faz análise de sementes, abrangendo germinação e vigor.

O Laboratório de Fisiologia Pós-Colheita de Frutas e Hortaliças e de Pré-Processamento de Produtos Vegetais realiza análise bromatológica, abrangendo composição química de matéria-prima vegetal e seus derivados, e assessoria, abrangendo controle de qualidade, tecnologia para armazenamento, embalagem e distribuição de produtos vegetais e análise de qualidade.

O Laboratório de Aquicultura realiza pesquisas nas áreas de lavricultura de peixes e nutrição e alimentos de peixe, enquanto o Laboratório de Climatologia Agrícola realiza monitoramento de parâmetros atmosféricos, repasse de dados meteorológicos a instituições públicas e privadas e assessoria técnica.

Conhecimento prático

Em entrevista concedida à Tribuna de Ituverava, o diretor Márcio Pereira ressalta a importância dos laboratórios para o aprendizado dos estudantes. “É muito importante porque melhora a qualidade de ensino dos estudantes através do conhecimento prático obtido nos laboratórios, em áreas que estão diretamente ligadas com a sua formação”, enfatiza.

“A Fafram busca sempre oferecer o melhor aos seus alunos, pois a instituição sabe da importância do conhecimento prático no mundo acadêmico”, finaliza Pereira.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Parcintec da Fafram atua em prol de inovação tecnológica

banner-parcintec

Em Ituverava, o programa funciona desde 2008, buscando o desenvolvimento sustentável do agronegócio na região

Pensando em melhor atender à demanda por tecnologia em Ituverava e região, a Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram) - instituição de Ensino Superior mantida pela Fundação Educacional de Ituverava - dispõe do Programa de Parcerias de Inovação Tecnológica (Parcintec), que é um projeto institucional envolvendo áreas públicas e privadas. com o objetivo de prover, a partir do agronegócio e tendo como base a inovação, o desenvolvimento sustentável da região.

Em Ituverava, o programa funciona desde 2008, e é uma parceria entre a Embrapa, o Grupo de Apoio à Inovação e Desenvolvimento do Agronegócio Regional, Prefeitura de Ituverava e Fundação Educacional de Ituverava, através da Fafram.

Em entrevista concedida à Tribuna de Ituverava, o diretor da Fafram, Márcio Pereira, explica sobre o funcionamento do Parcintec. “O programa funciona através da união de esforços técnicos, materiais e administrativos, promovendo de forma institucionalizada a transformação do conhecimento científico e tecnológico em inovação”, afirma o diretor.

“A área de atuação envolve os municípios de Ituverava, Aramina, Buritizal, Guará, Igarapava, Ipuã, Miguelópolis, Morro Agudo, Nuporanga, Orlândia, Sales de Oliveira e São Joaquim da Barra, totalizando uma área cultivada de mais de 570 mil hectares”, ressalta Pereira.

Ainda de acordo com ele, o Parcintec “atende demandas específicas; intermedeia contato entre instituições de pesquisa e setor produtivo; intermedeia contratos entre instituição de assistência técnica e transferência de tecnologia pública e privada; organiza e participa de eventos técnicos e de treinamentos; como palestras, cursos e dias de campo; treinamento de mão-de-obra e propõe ações de inovação e desenvolvimento”.

Agronomia

O desenvolvimento de tecnologias voltadas ao campo, idealizadas pelo Parcintec, se tornam ainda mais importantes devido ao curso de Agronomia que funciona na Fafram, e considerado um dos melhores do país, tanto pela qualidade do corpo docente quanto pela estrutura para as aulas teóricas e práticas.

O Programa de Parcerias de Inovação Tecnológica (Parcintec) funciona de segunda a sexta-feira, no Campus II da FE (Sítio das Acácias), das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h.

Estação Meteorológica

Outro projeto do Parcintec em Ituverava é a Estação Meteorológica, também instalada na Fafram. Através do aparelho, é possível saber a respeito de temperaturas, quantidades de chuvas e ventos em Ituverava.

Parcintec

O objetivo do Parcintec é identificar demandas e promover a articulação de parcerias e ações institucionais com o objetivo de potencializar o atendimento delas. Para tanto, envolve as unidades da Embrapa e outras instituições do Sistema Nacional de Pesquisa Agropecuária, bem como instituições científicas, universidades, governos e setor privado.

A partir daí, os parceiros desenvolvem programas de atendimento às necessidades dos diversos segmentos do setor agropecuário destes municípios e regiões.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

FFCL investe em construção de caixa de energia elétrica

Na FFCL, além das novas salas, tem executado outras importantes obras. Uma delas é uma caixa de energia, que abriga um transformador e um gerador, totalizando investimento no valor de R$ 180 mil. “Antes a potência de energia elétrica da FFCL era de 200 quilowatts, e já estava começando a nos preocupar, pois estava bem próximo de seu limite, oferecendo perigo de queda de energia e curto circuito”, explica o presidente César Luiz Mendonça. 

“Com a aquisição dos aparelhos e construção da caixa de energia, a potência passou para 500 quilowatts, dando suporte para a demanda, pois o crescimento da instituição de ensino tem sido grande”, destaca.

Outra obra foi a construção de um almoxarifado. “O objetivo foi colocar diversos arquivos para documentos da Fundação Educacional de Ituverava. São papéis importantes, que devem ser preservados em ambiente adequado, daí a importância da obra”, destaca Mendonça. 

A diretoria também comprou importantes equipamentos para os cursos de Engenharia Civil, Mecânica e de Produção. “Já adquirimos alguns equipamentos e a previsão é que até o fim do ano o investimento chegue a cerca de R$ 1 milhão”, completa o presidente.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Diretoria da FE realiza importantes investimentos

Gestão 2014/2017 tem realizado melhorias visando bem-estar e segurança de alunos e colaboradores 

Ao longo dos anos, a Fundação Educacional de Ituverava tem se consolidado como uma das mais importantes empresas da microrregião, não só pelos empregos gerados, mas também pelo impacto econômico que causa no município, pois fomenta o comércio e prestação de serviços.

A FE é uma das alavancas que sustenta a economia do município, e faz de Ituverava um importante pólo regional de Educação, devido à qualidade dos cursos oferecidos. Outro relevante papel é o importante trabalho social que faz em prol da cidade.

Esse desenvolvimento sustentável, se deve à seriedade das diretorias que se sucedem na Fundação Educacional de Ituverava, formadas, desde o início da instituição, por pessoas sérias e idealistas, que deixaram seus interesses pessoais, para trabalhar pelo desenvolvimento da cidade, afinal, a educação transforma não só o homem, mas toda a sociedade.

Com este mesmo pensamento, a diretoria da FE, encabeçada pelo empresário César Luiz Mendonça tem desenvolvendo um importante trabalho, realizando investimentos nas instituições mantidas pela FE - Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL), Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), Colégio Nossa Senhora do Carmo - COC, Liceu Van Gogh - Anglo e COC Jr. -, o que consolida ainda mais Ituverava como um dos pólos regionais de Educação mais importantes do Estado.

Dentre os recentes investimentos, estão: construção de novas salas de aula, de um almoxarifado e de uma caixa de energia no campus I (FFCL); aquisição de carteiras, equipamentos para laboratórios e computadores, e construção de novos galpões e reforma da Casa do Diretor, no campus II (Fafram).

Trabalhos recentes

Para falar sobre os mais recentes trabalhos, a diretoria da FE se reuniu com a imprensa na manhã da última terça-feira, 5 de maio. Participaram do encontro, o presidente da FE, César Luiz Mendonça; o diretor-executivo Roberto Inácio Barbosa; o tesoureiro Seandro Duarte Esteve; o segundo tesoureiro, José Antônio Jabur (“Dodô”); o secretário Dorival Silva Pereira; o superintendente Luís Olavo Alves (“Luque”); o vice-diretor-executivo, Antônio Gonçalves Delgado; o vice-presidente Pedro César Galassi; o diretor da FFCL, Antônio Luis de Oliveira (“Toca”); o diretor da Fafram, Márcio Pereira, e o contador José Roberto de Oliveira.

Segundo Mendonça, o objetivo dos investimentos foi visando, especialmente, o bem-estar e segurança dos alunos e colaboradores da instituição de ensino. “Quando a atual diretoria assumiu, elegeu algumas prioridades e tem investido nelas. São obras e aquisições importantes, que beneficiam as instituições mantidas”, afirma o presidente.

A Fundação Educacional de Ituverava atende cerca de 4,2 mil alunos, sendo 2 mil no campus I, que abrange a FFCL, Colégio Nossa Senhora do Carmo - COC e COC Jr; 1.860 na Fafram e 340 no Liceu Van Gogh - Anglo.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Alunos de contabilidade têm aprovação em exame da CRC

Onze dos quatorze alunos da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL) que prestaram o Exame do Conselho Regional de Contabilidade foram aprovados, o que lhes dá condição de exercer a profissão de contador. 

Os aprovados estão no último ano do curso, e têm até um ano para solicitar registro junto ao CRC. 

“São alunos da primeira turma de Contabilidade, que se formam neste ano, e se saíram muito bem. O fato comprova a qualidade do ensino oferecido pela FE, que dispõe de uma estrutura, qualidade do corpo docente e à dedicação dos estudantes”, afirma o diretor da FFCL, Antônio Luis de Oliveira (“Toca”).

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Fundação adquiriu novos computadores e carteiras

Fundação Educacional também adquiriu 750 carteiras, que estão sendo utilizadas por alunos da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL), Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), Colégio Nossa Senhora do Carmo - COC e Liceu Van Gogh - Anglo. O investimento foi da ordem de R$ 167 mil. 

“Muitas carteiras estavam velhas e necessitavam ser trocadas, até para dar mais comodidade aos alunos. Por isso, fizemos a compra”, relata o presidente da FE, César Luiz Mendonça. 

“Outro investimento foi a aquisição de 150 computadores, onde foram investidos R$ 200 mil”, destaca.

Fonte: Tribuna de Ituverava