• banner-VESTIBULAR2020-dez
  • banner-comunicados
  • banner-forme-facil3








Imprimir

Processo seletivo para professores supervisores para o programa PIBID/FFCL

As inscrições estarão abertas de 21/02/2014 à 26/02/2014 e deverão ser efetivadas na secretaria da Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Ituverava.

O Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID - FFCL) torna público que estão abertas as inscrições para seleção de professores supervisores. A seleção será procedida de acordo com as normas estabelecidas neste Edital e com a legislação referente ao Programa PIBID, em conformidade com o Edital CAPES 061/2013 e a Portaria Nº. 096-CAPES, de 18 de julho de 2013.

Imprimir

Apae recebe doação de mantimentos

Por iniciativa do Dr Renato Cesar Trevisani, juiz federal do Trabalho e titular da vara do trabalho de Ituverava/SP, foi realizado o Ciclo de Palestras - Estudos sobre direito do trabalho, processual do trabalho e civil, em parceria com o curso de Direito da Fafram, coordenado pela Professora Giovana Estela Vaz dos Santos e, com a OAB subseção Ituverava/SP, por seu Presidente Dr. Alcides Barbosa Garcia. Na ocasião os participantes do evento colaboraram com a doação de alimentos, totalizando cerca de 600kg, que nesta data foram entregues à APAE.
 
Na foto: Dr. Alcides Barbosa Garcia (Presidente da OAB), Dra Isabel Cristina Ramos Pereira (presidente da comissao de direito humanos da OAB/Ituverava), o academico de direito Renan de Oliveira Santos, Profa. Renata Romani de Castro (Professora de direito da Fafram) e Márcia Regina Gonçalves Vieira do Valle

Imprimir

A Fundação Educacional de Ituverava disponibiliza a sua comunidade mais um serviço de alta qualidade.

A Fundação Educacional de Ituverava disponibiliza a sua comunidade mais um serviço de alta qualidade.

A Fundação Educacional de Ituverava em convênio com a Pearson Education do Brasil Ltda, disponibilizou a partir desse mês de setembro um serviço de biblioteca virtual aos alunos e professores da instituição.

A Biblioteca Virtual Universitária 3.0 já está disponível, oferecendo, na íntegra, acesso a um acervo digital a milhares de títulos em mais de 50 áreas de conhecimento, como administração, marketing, engenharia, economia, direito, letras, computação, educação, medicina, enfermagem, psicologia, psiquiatria, gastronomia, turismo e outras.

O serviço consiste em uma seleção de títulos universitários, disponíveis pela Internet para leitura em tela, além de oferecer outros recursos, como: impressão, organizador de páginas e anotações. Atenderá a alunos, professores e técnico-administrativos de todos os Campi da FE e aos cursos de Educação a distância.

São disponibilizados títulos de renomadas editoras como Pearson, Manole, Contexto, IBPEX, Papirus, Casa do Psicólogo, Ática, Scipione, Companhia das Letras, Educs, Rideel, Jaypee Brothers, Aleph e Lexikon.

Todo o material do acervo digital está disponível para visualização e download na internet durante 24 horas por dia, 7 dias por semana. Também podendo ser acessado em tablets que utilizam os sistemas operacionais Android ou iOS (Ipad). Respeitando os direitos autorais, o usuário poderá tirar cópia de até 50% do conteúdo das obras disponibilizadas.

Benefícios que a Biblioteca Virtual Universitária oferece aos estudantes e professores
•    Mobilidade de acesso: disponível na Internet e em tablets (iPad e tablets com sistema operacional Android);
•    Enriquecimento de conteúdo: inclusão de vídeos, imagens, artigos e muito mais;
•    Personalização do estudo: seleção de livros favoritos e ferramenta de anotações eletrônicas;
•    Redes sociais: compartilhamento de conteúdo no Facebook e Twitter;
•    Impressão de até 50% do conteúdo do livro com valores de fotocópia;
•    Disponibilidade do acervo 24 horas por dia, 7 dias por semana;
•    Descontos de até 40% na compra da versão impressa dos livros disponíveis na Biblioteca Virtual Universitária.

Conheça melhor este novo serviço fazendo um Tour Virtual através da Biblioteca Virtual Universitária (BVU 3.0). Para acessar a Biblioteca clique em um perfil abaixo e informe login e senha

ALUNO

PROFESSOR

Imprimir

FAFRAM e FFCL alcançam nota 4 em índice do MEC

Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição foi divulgado na última quarta-feira, 4 de dezembro

Mais uma vez as instituições de Ensino Superior mantidas pela Fundação Educacional de Ituverava, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL) e Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), estão entre as melhores da região. É o que aponta o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC) e o Conceito Preliminar de Curso (CPC), divulgados oficialmente na última quarta-feira, 4 de dezembro, pelo Ministério da Educação (MEC).

As duas instituições obtiveram nota 4, em uma escala que vai de 1 a 5, são consideradas de excelência. De todas as faculdades avaliadas apenas 14,5% receberam nota 4, apenas 1,5% receberam a nota máxima.

Na região de Ribeirão Preto, as instituições de Ituverava ficaram entre as mais bem colocadas. “Esse índice é referente ao ano de 2012 e, é um dos mais importantes indicadores de qualidade do MEC, pois leva em consideração uma série de critérios, como projeto pedagógico, quadro de docentes, infra-estrutura e desempenho dos alunos”, explica o presidente da Fundação Educacional de Ituverava, Paulo César da Luz Leão.

Ensino de qualidade
“O índice demonstra que a FE tem cumprido o seu papel de oferecer ensino de qualidade, se consolidando cada vez mais como uma referência regional na área de Educação. Para isso, a Fundação busca sempre oferecer as condições adequadas para os seus alunos e docentes”, diz.

A qualidade de ensino da FE, de acordo com o diretor da FFCL, Antônio Luis de Oliveira (“Toca”), foi fundamental para nota da avaliação do MEC. “É uma instituição com estabilidade, que segue sua política de qualidade e busca sempre capacitar o corpo docente”, ressalta Toca.

O diretor da Fafram, Márcio Pereira, também fala sobre a ótima avaliação. “Esta é a quinta edição consecutiva que a Fafram alcança a nota 4. Isso é conseqüência do trabalho da mantenedora, da direção e coordenação, dos docentes e alunos”, enfatiza.

Reconhecimento é fruto do trabalho sério e voltado aos interesses da FE
De acordo com o presidente da FE, Paulo César da Luz Leão, a nota 4 alcançada pelas duas faculdades trará ótimos resultados. “Certamente dará ainda mais visibilidade às instituições, atraindo novos alunos. Além disso, a avaliação dá mais renome às instituições e, conseqüentemente, mais peso ao diploma dos alunos”, diz.

“É importante lembrar, que para compor esse índice, a opinião do aluno também foi levada em consideração. Sob orientação das instituições, eles responderam a um questionário e, 95% deles afirmaram que estão totalmente satisfeitos com a qualidade da instituição’, observa Leão.

O diretor-executivo da FE, José Eduardo Mirandola Barbosa, também falou sobre a conquista. “A obtenção desta nota demonstra a lisura, dedicação, seriedade e comprometimento de todos os envolvidos no alavancamento do ensino superior em nossa cidade, o que reflete em cursos de excelência. Apesar das agruras enfrentadas, a FE, como sempre, jamais se distanciou de sua responsabilidade de propiciar uma educação de qualidade, que gerou o lema ‘De educação de qualidade a gente entende’”, afirma.

“Os méritos são sem dúvidas de seus principais maestros, os diretor Márcio Pereira e Antônio Luis de Oliveira (‘Toca’), além da coordenadora de cursos Maria Amália Brunini e de todos os colaborares da instituição, que direta ou indiretamente também são responsáveis por esta conquista. Também é importante destacar o brilhante trabalho desenvolvido pelo presidente Paulo César da Luz Leão, em nome de quem agradeço ao apoio e confiança do Conselho de Curadores desta instituição, que muito tenho orgulho em fazer parte”, completa.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Técnico em edificações atua no setor de construção civil

Profissional atua no planejamento e execução de obras, junto ao engenheiro civil

A partir do próximo ano, a Fundação Educacional de Ituverava, através da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL), oferecerá o curso superior de Engenharia Civil. No entanto, desde 2009, a instituição de ensino vem capacitando outro profissional da área de construção civil: o técnico em Edificações, através de curso oferecido pelo Colégio Nossa Senhora do Carmo – COC.

A duração do curso é dois anos, e o profissional atua em projetos, construções e manutenções de obras civis consideradas leves, como prédios altos, residências e edificações urbanas e rurais e, também abrange as fases de projeto e desenho, construção e acabamento da estrutura, instalações elétricas, hidro-sanitárias e especiais.

O objetivo, de acordo com o coordenador dos cursos técnicos do Colégio Nossa Senhora do Carmo – COC, Antônio Luis de Oliveira (“Toca”), é formar profissionais fundamentados, teoricamente, com domínio de técnicas de planejamento, gestão e controle para inserção no mercado de construção civil.

Mercado de trabalho
Ainda de acordo com ele, o mercado de trabalho é amplo. “O técnico em Edificações executa atividades específicas de sua área, como concepção de projetos, planejamento e orçamento de obras, supervisão da execução de diferentes etapas do processo construtivo, realização do controle tecnológico de materiais e do solo, entre outros”, afirma Toca.

“O mercado para este profissional oferece muitas oportunidades, pois, a exemplo do engenheiro civil, faltam profissionais nesta área para suprir o mercado”, ressalta.

Para ingressar no curso técnico em Edificações, é necessário ter concluído o Ensino Médio ou cursar no 2° ano. As aulas são no campus I da FE (centro), de segunda a sexta-feira, no período noturno.

Grade curricular do curso de técnico em Edificações
Fazem parte da grade curricular do curso as matérias: Ética e Cidadania, Informática I, Legislação e Normas Técnicas, Topografia, Construção de Edifícios I, Instalações Hidráulicas, Solos e Fundações, Materiais de Construção I, Planejamento e Organização de Obra Civil I, Desenho de Instalações Hidráulicas, Construção de Edifícios II, Resistência e Estabilidade, Instalações Elétricas, Materiais de Construção II, Desenho Técnico, Informática II, Tecnologia e Meio Ambiente, Planejamento e Organização de Obras Civil II, Desenho Arquitetônico, Desenho de Instalações Elétricas, Construção de Edifícios III, Maquinas e Equipamentos, Proteção e Segurança do Trabalho e Gerenciamento e Controle de Obras. Além disso, os alunos devem fazer estágio supervisionado.

Saiba o que o técnico em Edificações está apto a fazer
- Aplicar normas, métodos, técnicas e procedimentos estabelecidos visando à qualidade e produtividade dos processos construtivos e de segurança dos trabalhadores;


- Analisar plantas e especificações de um projeto, integrando-as de forma sistêmica, detectando inconsistências, superposições e incompatibilidades de execução;


- Propor alternativas de uso de materiais, de técnicas e de fluxos de circulação de materiais, pessoas e equipamentos, tanto em escritórios quanto em canteiros de obras, visando à melhoria contínua dos processos de construção;


- Elaborar projetos arquitetônicos, estruturais e de instalações hidráulicas e elétricas, com respectivos detalhamentos, cálculos e desenho para edificações, nos termos e limites regulamentares;


- Supervisionar a execução de projetos, coordenando equipes de trabalho;


- Elaborar cronogramas e orçamentos, orientando, acompanhando e controlando as etapas da construção;


- Controlar a qualidade dos materiais, de acordo com as normas técnicas;


- Coordenar o manuseio, o preparo e o armazenamento dos materiais e equipamentos;


- Executar e auxiliar trabalhos de levantamentos topográficos, locações e demarcações de terrenos;


- Acompanhar a execução de sondagens e realizar suas medições;


- Realizar ensaios tecnológicos de laboratório e de campo;


- Elaborar representação gráfica de projetos.

Imprimir

Biblioteca do Anglo é reestruturada

 

Espaço físico foi readequado para receber de volta acervo com cerca de 4,5 mil títulos

Sem dúvida, o apreço pela leitura deve ser incentivado desde a mais tenra idade e nos principais ambientes de convívio. É claro que isso inclui as escolas, locais de formação social e cultural do cidadão de amanhã. Para que estas instituições cumpram seu papel de propagadoras de conhecimentos, é necessário que ofereçam estrutura adequada para isso.

Pensando nisso, o Liceu Van Gogh-Anglo – instituição de ensino mantida pela Fundação Educacional de Ituverava – acaba de reabrir sua Biblioteca, que será utilizada pelos alunos da pré-escola Crescer (Educação Infantil); e dos ensinos Fundamental e Médio.

O espaço físico foi totalmente readequado e passou por ampla reforma para receber um acervo com cerca de 4,5 mil títulos. “Além de livros, temos também um vasto material multimídia e várias revistas de circulação nacional. A Biblioteca também disponibiliza uma Mapoteca, com mapas geográficos cartográficos e banners das mais variadas disciplinas”, afirma a bibliotecária da FE, Vera Mariza Chaud de Paula, que supervisionou a reestruturação do espaço aos alunos.

Filosofia de trabalho

Segundo ela, a reforma da Biblioteca do Liceu Van Gogh faz parte da filosofia do trabalho da diretoria da FE, em promover a manutenção de suas instituições, visando sempre melhorar o aprendizado de seus alunos.

“A nova ‘Biblioteca do Anglo’, assim chamada pelos próprios alunos, está sob a coordenação da professora Elizângela Ramos Ferreira, que fez um excelente trabalho na organização dos títulos. A biblioteca está bastante funcional, atendendo prioritariamente às necessidades dos alunos”, concluiu Vera Mariza.