• banner-forme-facil3
  • banner-vestibular-2020








Imprimir

Balanço mostra a transparência da diretoria da FE

Aprovação foi feita pela PricewaterhouseCoopers

 

A diretoria da FE, além da dedicação ao desenvolvimento da entidade em todas as áreas, também prima pela transparência de seus atos, uma prova é a aprovação, na última semana, pela PricewaterhouseCoopers (PwC), que é uma das empresas mais conceituadas internacionalmente, do balanço patrimonial e relatório dos auditores independentes sobre as demonstrações financeiras da Fundação Educacional de Ituverava, do exercício de 2014, mostrando que a FE está preparada para desafios futuros.

O contador da FE, José Roberto de Oliveira, fala sobre o balanço, no qual a instituição registrou superávit.

“A empresa especialmente contratada, desenvolveu o trabalho durante nove meses, coletando diversas informações, sugerindo adequações e fazendo algumas exigências. É uma empresa bastante séria e atenta a detalhes, e a aprovação significa que tudo está perfeitamente como deveria estar”, afirma Oliveira.

Aprovação

“A aprovação do balanço é importante, porque garante à instituição o selo Cebas (Certificação de Entidades Beneficentes de Assistência Social), que isenta a FE de recolher impostos de aproximadamente R$ 5 milhões. Este dinheiro, pode ser destinado à concessão de bolsas para alunos comprovadamente carentes”, destaca Oliveira.

 

Segundo Oliveira, a aprovação do balanço demonstra a transparência do trabalho desenvolvido pela diretoria da FE. “São pessoas que fazem um trabalho voluntário sem remuneração, procurando sempre o melhor para a instituição de ensino, e conseqüentemente desenvolvendo o setor educacional de Ituverava. Trabalham com muita seriedade, e os resultados obtidos demonstram a transparência da diretoria da FE”, conclui.

Imprimir

Ações beneficiam não apenas os estudantes da instituição, mas toda a sociedade

Considerada uma referência regional em ensino, a Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), instituição de Ensino Superior mantida pela Fundação Educacional de Ituverava, desenvolve um importante trabalho social, oferecendo cursos, projetos e ações que beneficiam não apenas os seus estudantes, como toda a sociedade.

Entre os principais, estão a Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxico, o Programa Comunidade Fafram e o Programa Melhorando a Vida no Campo. Além disso, anualmente a instituição promove o Dia Nacional da Responsabilidade Social.

A Central de Recebimento de Embalagens Vazias de Agrotóxico da Fafram funciona há treze anos, e é a única gerenciada por uma faculdade. Além de receber, processar e reciclar embalagens de agrotóxico, a central desenvolve ações sócio-educativas, como palestras e treinamentos sobre o uso correto e seguro de agrotóxicos, coleta solidário com doação de alimentos a entidades carentes de Ituverava e região, doação de mudas na Semana do Meio Ambiente e promove o Dia Nacional do Campo Limpo, evento realizado anualmente.

“O central tem o objetivo de atender agricultores e empresas ligadas ao agronegócio, recebendo embalagens vazias de agrotóxico, as quais são encaminhadas para a reciclagem ou incineradas”, explica o diretor da Fafram, Márcio Pereira.

“Em 2010, a central conquistou o 1° lugar em nível nacional no XXIII Prêmio Mérito Fitossanitário na categoria Campo Limpo. Em 2011, foi a 1ª colocada n categoria de centrais de médio porte e 2° lugar em nível nacional na avaliação do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV).

Programas

Já o Programa Comunidade da Fafram oferece palestras educativas e vocativas realizadas pelos alunos da Fafram em escolas da rede pública e privada de Ituverava; mini-cursos de capacitação, como construção de hortas, culinária, jardinagem, entre outros; Revenda Responsável, que é a orientação às revendas agropecuárias; Projeto Carroceiro, que é a orientação e acompanhamento dos animais de tração da região; projeto de castração gratuita de animais de rua para a população carente; Inclusão Digital, que são cursos de informática à população carente e à terceira idade, e a Zooterapia, que funciona junto aos alunos da Associação de Pais e Amigos de Excepcionais (Apae).

Há ainda o Programa Melhorando a Vida no Campo, que já levou informação e conhecimento a mais de 12 mil pessoas, através de assistência técnica gratuita aos feirantes de Ituverava e introdução do Selo Fafram, selo de qualidade conferido aos feirantes que desenvolveram boas práticas agrícolas; grupo de estudos sobre assuntos de sustentabilidade e caracterização dos pescadores, piscicultores e ribeirinhos dos municípios de Guará, São Joaquim da Barra, Ituverava e Ipuã.

Responsabilidade social

Entre as atividades do Dia Nacional da Responsabilidade Social, evento promovido anualmente pela Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), estão: o projeto carroceiro, para atendimento a cavalos e castração de cães no Hospital Veterinários; aferição de pressão e glicemia realizadas pelos alunos do curso de Enfermagem; projeto de Educação Ambiental, promovido pela Central de Recebimento de Embalagens; Projeto de Inclusão Digital e várias atividades recreativas.

Durante o evento, também são apresentados os cursos de graduação oferecidos pela Fafram: Agronomia, Direito, Enfermagem, Medicina Veterinária e Sistemas de Informação.

“Essas iniciativas de responsabilidade social são imensamente importantes, pois tudo é feito pensando em proporcionar benefícios à comunidade e oferecer mais aprendizado aos alunos, com diversas atividades práticas que os colocam em contato com suas futuras profissões”, completa o diretor Márcio Pereira.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Fafram conta com vários laboratórios de pesquisa

banner-laboratoriosLaboratórios são utilizados em aulas práticas, trabalhos e pesquisas

Além da qualidade de ensino e excelência do corpo docente, as instituições de Ensino Superior mantidas pela Fundação Educacional de Ituverava, Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL) e Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), se sobressaem pela qualidade na estrutura de seus campi.

No caso da Fafram, por exemplo, existem diversos laboratórios, utilizados em aulas práticas, trabalhos e pesquisas dos alunos dos cursos de graduação em Agronomia, Ciências Biológicas, Medicina Veterinária e Enfermagem, e dos cursos técnicos em Enfermagem e Química.

Com aparelhos de última geração, os laboratórios são fundamentais para oferecer aos estudantes a oportunidade de conhecer, na prática, aquilo que aprendem na teoria, em sala de aula.

Laboratórios

Atualmente a instituição conta com os laboratórios de Análises de Solos e Foliar, Fitopatologia, Sementes, Fisiologia Pós-Colheita de Frutas e Hortaliças e de Pré-Processamento de Produtos Vegetais, Aquicultura e Climatologia Agrícola.

O Laboratório de Análises de Solos e Foliar é responsável pela análise de solo, oferecendo análise básica, micronutrientes e granulometria; análise foliar de macronutrientes e micronutrientes, e análise bromatológica, com matéria seca, proteína bruta, FDN (fibra detergente neutro), FDA (fibra detergente ácido) e lignina.

O Laboratório de Fitopatologia realiza análise fitopatológica e de sanidade de sementes, enquanto o Laboratório de Sementes faz análise de sementes, abrangendo germinação e vigor.

O Laboratório de Fisiologia Pós-Colheita de Frutas e Hortaliças e de Pré-Processamento de Produtos Vegetais realiza análise bromatológica, abrangendo composição química de matéria-prima vegetal e seus derivados, e assessoria, abrangendo controle de qualidade, tecnologia para armazenamento, embalagem e distribuição de produtos vegetais e análise de qualidade.

O Laboratório de Aquicultura realiza pesquisas nas áreas de lavricultura de peixes e nutrição e alimentos de peixe, enquanto o Laboratório de Climatologia Agrícola realiza monitoramento de parâmetros atmosféricos, repasse de dados meteorológicos a instituições públicas e privadas e assessoria técnica.

Conhecimento prático

Em entrevista concedida à Tribuna de Ituverava, o diretor Márcio Pereira ressalta a importância dos laboratórios para o aprendizado dos estudantes. “É muito importante porque melhora a qualidade de ensino dos estudantes através do conhecimento prático obtido nos laboratórios, em áreas que estão diretamente ligadas com a sua formação”, enfatiza.

“A Fafram busca sempre oferecer o melhor aos seus alunos, pois a instituição sabe da importância do conhecimento prático no mundo acadêmico”, finaliza Pereira.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Dois galpões foram erguidos na FAFRAM

Fafram também recebeu investimentos. Foram construídos dois galpões, um para guardar máquinas e insumos e o outro é para alunos que fazem estágio na Fafram, que passaram a ter um espaço com refeitório e banheiro.

“Recebemos vistorias frequentes de órgãos e entidades que firmam convênios com a Fafram, nasceu daí a necessidade de ter um galpão para recepcionar as pessoas, além de ser um espaço voltado aos alunos e funcionários do sítio”, observa o presidente César Luiz Mendonça.

“Já o outro galpão, localizado ao fundo do primeiro, é para abrigar o maquinário e outros objetos”, enfatiza.

Também estão sendo realizadas as obras da Casa do Diretor, localizada na Fafram. “Ela está sendo reconstruída, porque era muito antiga, construída com pedaços de tijolos e barro. Depois de pronta, hospedará os professores, pois muitos são outras cidades às vezes precisam de um local para se hospedar, pois ministram aulas em dois ou mais dias consecutivos”, diz Mendonça.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Obras de expansão da FFCL devem terminar até outubro

Um dos principais investimentos da diretoria da FE são as obras de expansão da FFCL. Desde o início do ano estão sendo construídas dezessete salas de aula, são oito no térreo, para o Colégio Nossa Senhora do Carmo - COC, e outras nove no primeiro pavimento, para os cursos de graduação oferecidos.

O valor do investimento é de cerca de R$ 4 milhões, e a previsão é que as obras fiquem prontas até outubro, para que as salas já possam funcionar em 2016. “Com a recente instalação dos cursos de Engenharia Civil, Mecânica e de Produção, o número de alunos aumentou e ficaria impossível comportar novos estudantes no ano que vem. Motivo pelo qual estamos executando as obras”, explica o presidente da FE, César Luiz Mendonça.

Ainda de acordo com ele, a nova ala tem cerca de 2,6 mil metros quadrados e é pré-moldada. “Optamos por este tipo de obra porque fica pronto em cerca de nove meses. Caso optássemos pelo modelo tradicional, a demora seria aproximadamente dois anos, e a FE não tem tempo hábil para esse prazo, já que precisa abrigar novas turmas em 2016”, ressalta.

O presidente ainda relata que será adquirida novo mobiliário e lousas digitais para as salas que estão sendo construídas.

Fonte: Tribuna de Ituverava

Imprimir

Diretoria da FE realiza importantes investimentos

Gestão 2014/2017 tem realizado melhorias visando bem-estar e segurança de alunos e colaboradores 

Ao longo dos anos, a Fundação Educacional de Ituverava tem se consolidado como uma das mais importantes empresas da microrregião, não só pelos empregos gerados, mas também pelo impacto econômico que causa no município, pois fomenta o comércio e prestação de serviços.

A FE é uma das alavancas que sustenta a economia do município, e faz de Ituverava um importante pólo regional de Educação, devido à qualidade dos cursos oferecidos. Outro relevante papel é o importante trabalho social que faz em prol da cidade.

Esse desenvolvimento sustentável, se deve à seriedade das diretorias que se sucedem na Fundação Educacional de Ituverava, formadas, desde o início da instituição, por pessoas sérias e idealistas, que deixaram seus interesses pessoais, para trabalhar pelo desenvolvimento da cidade, afinal, a educação transforma não só o homem, mas toda a sociedade.

Com este mesmo pensamento, a diretoria da FE, encabeçada pelo empresário César Luiz Mendonça tem desenvolvendo um importante trabalho, realizando investimentos nas instituições mantidas pela FE - Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FFCL), Faculdade Dr. Francisco Maeda (Fafram), Colégio Nossa Senhora do Carmo - COC, Liceu Van Gogh - Anglo e COC Jr. -, o que consolida ainda mais Ituverava como um dos pólos regionais de Educação mais importantes do Estado.

Dentre os recentes investimentos, estão: construção de novas salas de aula, de um almoxarifado e de uma caixa de energia no campus I (FFCL); aquisição de carteiras, equipamentos para laboratórios e computadores, e construção de novos galpões e reforma da Casa do Diretor, no campus II (Fafram).

Trabalhos recentes

Para falar sobre os mais recentes trabalhos, a diretoria da FE se reuniu com a imprensa na manhã da última terça-feira, 5 de maio. Participaram do encontro, o presidente da FE, César Luiz Mendonça; o diretor-executivo Roberto Inácio Barbosa; o tesoureiro Seandro Duarte Esteve; o segundo tesoureiro, José Antônio Jabur (“Dodô”); o secretário Dorival Silva Pereira; o superintendente Luís Olavo Alves (“Luque”); o vice-diretor-executivo, Antônio Gonçalves Delgado; o vice-presidente Pedro César Galassi; o diretor da FFCL, Antônio Luis de Oliveira (“Toca”); o diretor da Fafram, Márcio Pereira, e o contador José Roberto de Oliveira.

Segundo Mendonça, o objetivo dos investimentos foi visando, especialmente, o bem-estar e segurança dos alunos e colaboradores da instituição de ensino. “Quando a atual diretoria assumiu, elegeu algumas prioridades e tem investido nelas. São obras e aquisições importantes, que beneficiam as instituições mantidas”, afirma o presidente.

A Fundação Educacional de Ituverava atende cerca de 4,2 mil alunos, sendo 2 mil no campus I, que abrange a FFCL, Colégio Nossa Senhora do Carmo - COC e COC Jr; 1.860 na Fafram e 340 no Liceu Van Gogh - Anglo.

Fonte: Tribuna de Ituverava